Uma obra moderna, com mais de 7 mil metros quadrados, a nova Estação Rodoviária de Umuarama deve ser inaugurada no final de setembro deste ano, segundo informou o prefeito Celso Pozzobom na tarde desta sexta-feira (11).

Estruturalmente o local já está praticamente pronto – faltam apenas sinalizações, catracas e sistema de som –, porém, neste momento, o maior entrave está na contratação de uma empresa para fazer a administração da Rodoviária. De acordo com Pozzobom, contratar uma empresa terceirizada vai garantir menos custos para a Prefeitura.

“Algumas empresas já apresentaram propostas e estamos estudando os detalhes. Devemos seguir os modelos adotados nos municípios de Foz do Iguaçu e Campinas (SP), com o oferecimento de subsídios e participação na arrecadação das taxas de embarque. Já estamos adiantados nas negociações”, relatou.

ESTRUTURA

A Estação Rodoviária de Umuarama terá 20 plataformas para embarque e desembarque nos ônibus, duas lanchonetes, oito guichês para venda de passagens e 13 lojas (boxes). Todos os espaços serão exclusivamente para locação. “A Prefeitura não vai vender nenhum dos espaços, o que é uma forma de garantir que não haja problemas como na Rodoviária velha”, observa o prefeito.

Os boxes devem ser ocupados por empresas de ramos diversos e uma farmácia já manifestou que quer ficar com um dos espaços. “Os contratos de locação serão todos administrados pela empresa terceirizada”, explicou Pozzobom.

Há escadas rolantes, elevadores e vários banheiros. O projeto original contempla ainda um sistema de captação de águas das chuvas, o que deve garantir redução nos custos administrativos. “Vamos ter também um sistema de energia solar”, adiantou o prefeito.

Setenta e oito profissionais devem ser contratados para garantir o funcionamento da Estação Rodoviária. Representantes das empresas de transporte coletivo (Expresso Fátima, Viação Umuarama, Viação Garcia) já fizeram visitas ao local e preparam a transferência.

Compartilhe: